Massagem Geotermal – Pedras Quentes
6 Novembro, 2017

Afinal o que é o Laser de Díodo?

O laser de díodo é uma luz pura que emite uma energia que é absorvida pelo pêlo que, por sua vez, transmite essa energia para as células germinativas responsáveis pelo seu crescimento e que são destruídas permanentemente, impedindo que voltem a reproduzir-se.

O laser de díodo possui um mecanismo que protege a pele através do seu arrefecimento. A energia do laser atinge apenas a raiz do pêlo. Desta forma, a melanina da pele não é afetada, evitando as manchas.

Existem três fases de crescimento do pêlo:

• Anágena
• Catágena
• Telógena

Devido a este ciclo de vida dos pêlos, é importante salientar, que nem todos os pêlos se encontram na fase ideal para a acção do laser. Os pêlos que se encontram na fase anágena (crescimento) são os que estão na fase ideal. Por isso serem necessárias várias sessões para se obter um bom resultado.

Laser de Díodo versus IPL- Luz Pulsada

O cliente tem alguma dificuldade em distinguir IPL e Laser, no entanto, ambos representam processos de fotodepilação muito distintos.

O IPL por ter um comprimento de onda baixo, apresenta um maior aquecimento na superfície da pele.

– Tem uma luz Policromática, vários comprimentos de onda e várias cores;
– Tem uma luz Polidirecional e Divergente, ou seja em várias direcções e sentidos;
– Menos profunda

O Laser:
– Tem uma luz Monocromática, um comprimento de onda e uma cor;
– Unidireccional e Convergente, uma só direcção e no mesmo sentido;
– Profunda

Estas são as razões para o Laser ser um sistema de depilação permanente muito mais eficaz, rápido e indolor comparativamente à Luz Pulsada.

Características da nova geração do Laser de Díodo:

• Pode-se efetuar a depilação durante todo o ano. (Smooth Pulse);

• Pode aplicar-se em todos os fototipos de pele, inclusive em peles bronzeadas. (Smooth Pulse);

• Aplicação menos dolorosa. (Ponteira refrigerada e FHR),

• Rápido na forma de executar o tratamento. (FHR).

Expetativas do tratamento:

Eficácia das áreas a tratar podem variar de acordo com:

– Fototipo;

– Contraste entre cor do pêlo e da pele;

– Textura do pêlo;

– Condições fisiológicas – genéticas, idade, género, estado hormonal e saúde geral;

Por Dulcínia Costa

 

1 Comentário

  1. claudia diz:

    quantas secoes de laser tem que se fazer para nao crescer mais pelo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *