20 de Maio – Dia Nacional de Luta Contra a Obesidade

06 de Maio – Dia Internacional sem Dieta
6 Maio, 2017
Reforço Imunitário & Covid-19
20 Março, 2020

 

Sabia que, segundo OMS, mais de 50% da população adulta portuguesa sofre de excesso de peso?

 

Considerada pela Organização Mundial de Saúde como a “epidemia do século XXI”, a obesidade é uma doença crónica de armazenamento excessivo de gordura corporal. Encarada como um dos maiores problemas de saúde pública mundial, a obesidade é a segunda causa de morte passível de prevenção, logo a seguir ao tabagismo.

Em Portugal, a obesidade foi reconhecida oficialmente como doença crónica a 25 de Março de 2004. Foi também neste ano de 2004 que se celebrou pela primeira vez esta data.

Em 2014, mais de metade (52,8%) da população adulta portuguesa, sofria de excesso de peso. Na década anterior (desde 1994) o aumento da obesidade foi o mais expressivo, tendo afectado principalmente as mulheres e a população com idades entre 45 e 74 anos. [1]

Além disso mais de 30% da população infantil portuguesa (idades inferiores a 18 anos) sofre de excesso de peso. Estes valores são assustadoramente preocupantes,na medida em que se tem tentado colocar um travão à sua exponencialidade, mas tal não foi até agora bem sucedido.

É necessário que todas entidades competentes se unam no sentido de prevenção da doença, partindo  de estratégias baseadas na nutrição comunitária, bem como na melhoria da legislação relativa à publicidade dos alimentos e sua rotulagem.

Além das autoridades competentes terem responsabilidade na prevenção da doença, é também responsabilidade de todos nós termos consciência desta patologia e não encarar esta situação como algo “genético” ou “normal”.  Cabe a todos nós lutarmos contra esta epidemia e melhorar a saúde dos nossos sucessores apostando em estilos de vida saudáveis e equilibrados.

Nutra-se bem, seja saudável…Por isso por si e pelo seus!!!

Saiba mais aqui

Por Dione Gaspar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *